[Vem Comigo] FIQ 2018: Hibernáculo, de Amanda Paschoal Miranda

Amanda Paschoal Miranda falou na entrevista pro camarada Ramon Vitral que a ideia pro quadrinho surgiu depois que ela viu semelhanças entre penteadeiras e pianos (acesse a entrevista AQUI). Hibernáculo é a história de uma cantora e pianista e de como se coloca quadrinhos e música em compasso.

Acompanhando o trabalho da Amanda Paschoal, você já logo entende que ela desenha daquele jeito que enche as páginas para encher os olhos. Ou seja, a artista está bastante segura enquanto depender de seu desenho. Por conta disso, que acho a opção dela muito corajosa em Hibernáculo.

O desenho encantador ainda tá ali, isso não mudou. Mas há uma verdadeira preocupação em organizar os elementos gráficos da página pra criar um ritmo de leitura harmonioso. Ela escolheu uma grade regular de 9 quadros, 3 x 3, em que alguns quadros se mesclam a outros conforme a necessidade ou, até, ficam em branco. E é aqui entra a melhor compreensão que a Amanda faz da música: a importância do silêncio.

O texto é de tom lírico e pinga pelas páginas em relação às imagens. Algumas páginas parecem inspiradas mesmo na Poesia Concreta.

A variação entre página preta e página branca também é usada pela artista pra trabalhar o ritmo do quadrinho.

E o que você acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s