[Vem comigo] Obscuro fichário dos artistas mundanos

Estamos em tempos obtusos, tempo de colher as sementinhas do ódio remanescente da ditadura, acobertadas com panos quentes pela velha oligarquia nacional. E eis que, só em uma semana, da mesma estufa brota intimação aos artistas Claudio Mor, João Montanaro, Benett, Laerte e a um jornal (intimidados) por conta de cartuns do ano passado eContinuar lendo “[Vem comigo] Obscuro fichário dos artistas mundanos”

[Vem comigo] Quadrinhos rebeldes

Dentre as várias Newsletters de boa qualidade que acumulo na minha caixa de entrada “para ler depois”, a Outros Quinhentos é uma das mais antigas. Jornalismo altermundialista contra “a ameaça da ultra-direita” e almejando “o possível pós-capitalismo”, sempre com comentários, entrevistas.

[Vem Comigo] Shelter

Aproveitando um raio de sol da cozinha, tentando me isolar enquanto barulhos de trocentas obras em volta do edifício parecem desconhecer o mal invisível que nos domina e o mal em pessoa que nos governa, abri ao acaso essa Métal Hurlant da Chantal Montellier. Edição em espanhol, encontrada por acaso em um sebo, um anoContinuar lendo “[Vem Comigo] Shelter”

[Vem comigo] Claire Bretécher

Há muito tempo gostaria de escrever sobre a Claire Bretécher. Pena conseguir apenas hoje, dia da morte da autora, aos 79 anos. Bretécher, uma grande socióloga, segundo Roland Barthes, descrevia a hipocrisia burguesa e seu tédio. Começou a fazer quadrinhos nos anos 1960, tendo participado da Pilote de René Goscinny, e fundado a Écho desContinuar lendo “[Vem comigo] Claire Bretécher”

[Videoshow] Balbúrdia na Sala Tatuí

Quando comecei aqui no Balbúrdia, minha primeira proposta foi a de criar uma oficina permanente de quadrinhos sob restrição, na rubrica 1, 2, 3… já! Está um tanto desatualizada por aqui, mas Lielson e eu continuamos a difundir essas técnicas de escrita e de quadrinhos por aqui, por ali. E este mês, em São Paulo,Continuar lendo “[Videoshow] Balbúrdia na Sala Tatuí”