[Bartheman] Vamos ter que falar da Mônica

O bom desse blog é a gente se ater a críticas sobre o que se gosta: pra mim, os quadrinhos que tomam de assalto o discurso dominante e subvertem as coisas, fazem a gente imaginar um mundo esteticamente mais complexo. Mas aí aparecem alguns assuntos que, para além dos limites do atual, requerem uma perspectiva … Continue lendo [Bartheman] Vamos ter que falar da Mônica

[Bartheman] Meu 3º grampo

Parece que foi ontem quando certa @ no Twitter me pediu uma lista dos melhores quadrinhos do ano para um tal de prêmio Grampo... Na verdade, parece que faz tanto tempo, pois de lá pra cá foi uma BALBÚRDIA só! Sim, o Prêmio Grampo, iniciativa do Ramon Vitral e do Lielson Zeni precede esse site … Continue lendo [Bartheman] Meu 3º grampo

[Vem comigo] Laerte-se!

Estreou, no último dia 19, o documentário Laerte-se, dirigido por Lygia Barbosa da Silva 24e Eliane Brum – uma produção totalmente brasileira para a Netflix sobre uma das quadrinistas mais talentosas e famosas do Brasil nem tão varonil.  Não tem spoiler aqui: o filme é uma conversa bem lúcida dentro da casa e em outros espaços … Continue lendo [Vem comigo] Laerte-se!

[1, 2, 3… já!] A iteração como princípio (2)

© Alexandre Lourenço, daqui: https://roboesmaga.com/category/oubapo/  Oficina virtual de quadrinhos potenciais Coluna para difundir e motivar atividades Oulipo-oubapianas, em que todos possam participar enviando suas produções a partir das proposições. A ITERAÇÃO TEXTUAL A iteração é um dos recursos mais simples e mais utilizados em quadrinhos, e já mostrei aqui o uso visual dele. Chamo de iteração seguindo … Continue lendo [1, 2, 3… já!] A iteração como princípio (2)

[Bartheman] Minha lista grampo: obrigada por esperar

“Não fazer nada, olhar a grama crescer. Deixar-se levar pelo curso do tempo: fazer um café, tomar um copo d’água… Fazer de sua vida um domingo.” (R.B.) A verdade, na verdade, é que este texto deveria ter ficado pronto em janeiro. Poderia dizer que o ano só começa na terceira semana útil depois do carnaval, mas … Continue lendo [Bartheman] Minha lista grampo: obrigada por esperar