[Vem Comigo] Castanha do Pará

Até os balõezinhos do Corel fazem figuração no delírio do menino-urubu

Desde os tempos imemoriais, o fabuloso nos ajuda a contornar a crueza do mundo. Castanha do Pará é uma colcha de fatos tristes, a história de um menino triste, costurada com as cores fabulosas de Belém do Pará, uma grande cidade em meio à floresta mágica da Amazônia. Continue lendo “[Vem Comigo] Castanha do Pará”

[Vem comigo] Sem dó

Há um encontro casual entre duas pessoas e dali surge uma história. Continue lendo “[Vem comigo] Sem dó”

[Kitinete HQ] Bulevar dos sonhos partidos

Liber e Scama comentam sobre Bulevar dos sonhos partidos (todavia, 2017), de Kim Deitch. Dá o play!

(Vale avisar que balbúrderes trabalharam nesse livro: Maria Clara Carneiro traduziu e Lielson Zeni fez a preparação do original)

(Vale avisar também que Maria Clara já escreveu sobre outro trabalho do Deitch aqui no Balbúrdia)

[Vem comigo] Boxe

Senhoras e senhoras, no ringue hoje temos Alexandre Lourenço e sua revista em quadrinhos Boxe.

Continue lendo “[Vem comigo] Boxe”

[Cuba Liber] 5:20

00

Naquele tempo…

Em junho de 1989, você podia entrar em uma banquinha de revistas ou procurar nos expositores dos supermercados e topar com a edição número 72 de O Incrível Hulk.

Continue lendo “[Cuba Liber] 5:20”