1984, de Fido nesti

Fido Nesti assumiu a bronca de adaptar o texto de George Orwell 1984 para os quadrinhos (Quadrinhos na Cia., 2020)*. A missão dessa vez não pedia apenas o duro embate entre o que fica e o que sai, o que vai pra imagem e o que permanece em texto, mas também de conseguir se sobressairContinuar lendo “1984, de Fido nesti”

[Vem comigo] Nori e eu

Nori e eu é um quadrinho autobiográfico feito a quatro mãos: mãe e filho, Sonia Ninomiya e Masanori Ninomiya, e conta ainda com a direção de arte de Caeto (WMF Martins Fontes, 2019)*.

[Vem comigo] Discurso sobre o colonialismo

Discurso sobre o colonialismo, de Aimé Césaire (Veneta, 2020)*, é um texto importante, traduzido por Claudio Willer e ilustrado por Marcelo d’Salete.

Vitralizado

Conteúdo aleatório justaposto em sequência deliberada

Vida Offline

Auto ficção

OutraCozinha

Comida é só uma desculpa pra falar do que nos mantém vivos

MONOTIPIA | MAG

Monotipia | revista digital

turgescência

maíra mendes galvão

MAKE MATTERS WORSE

How to improve the world

palavrasecoisas.wordpress.com/

Comunicação, Subculturas. Redes Sociais. Música Digital. Sci-fi

Blog da Itiban

alimente-se

Liberpaz's Blog

Just another WordPress.com weblog

comic books from brazil

comic books from brazil

Lugar Certo

Tudo está no lugar certo

balbúrdia

Falamos de quadrinhos na maciota

forumsocialurbano.wordpress.com/

De 22 a 26 de março de 2010