[Vem comigo] 1h25

Judith Forest -
1h25, 5e Couche (5c), 2009

Esses dias conversei com umas amigas sobre autobiografias (talvez a conversa vaze em áudio por aí, quem sabe), e acabei esquecendo de falar desse marco em um período em que se publicava muitas autobiografias – e autobiografias femininas – no circuito franco-belga.

Continuar lendo “[Vem comigo] 1h25”

[Bartheman] “No meu tempo…” ou: os melhores quadrinhos da primeira década do século XXI (p. 2)

Pinacoderal: rudimentos da linguagem, de Diego Gerlach (Pé-de-Cabra), fez uma boa performance nas listas do Prêmio Grampo desse ano. A história é fragmentária, apresentando luta pela luta em um panorama holístico, e variou bastante nos quase 10 anos de sua produção, escoada em vários zines, revistas e reunida nesse livro (aliás, o design é do Pedro Franz, um luxo só).

Continuar lendo “[Bartheman] “No meu tempo…” ou: os melhores quadrinhos da primeira década do século XXI (p. 2)”

[1, 2, 3… já!] Oubapo.BR

Logo do evento OuLiPo + OpLePo + OBLiPo
o jogo da literatura
, conceito de MC com realização de Henrique Carneiro

Oficina virtual de quadrinhos potenciais

Coluna para difundir e motivar atividades Oulipo-oubapianas, em que todos possam participar enviando suas produções a partir das proposições.

Pequeno histórico do Oubapo no Brasil

Continuar lendo “[1, 2, 3… já!] Oubapo.BR”

[Vem comigo] Quino

Quino, presente!

1932-2020.

Continuar lendo “[Vem comigo] Quino”

[Bartheman] Alguma balbúrdia teórica durante a quarentena

Bem, aconteceu com todo mundo: “Na quarentena vou fazer xyz”, e na quarentena todas as obrigações gerais foram ampliadas. E depois do último post sobre censura a quadrinistas, cartunistas e artistas em geral, acabei nem atualizando que, mesmo depois da corrente de artistas em defesa de Aroeira, usaram novamente a Lei de Segurança Nacional contra outros artistas, jornalistas, youtubers, candidatos da oposição.

Continuar lendo “[Bartheman] Alguma balbúrdia teórica durante a quarentena”

%d blogueiros gostam disto: