[Prêmio Grampo]Prêmio Grampo 2022 de Grandes HQs – Primeiros lugares nas listas dos jurados

A lista Grampo mostra leituras diferentes, e o top 10 é feito das leituras convergentes entre pessoas também diferentes. Por curiosidade, reunimos os primeiros lugares desde 2018 nesse post. Ao lado de cada título, o número de pessoas que mencionou essa mesma obra em primeiro lugar.    

Grampo 2018 – 20 jurados, 6 primeiros lugares

  • 1) Alho Poró (La Gougotte), por Bianca Pinheiro
  • 8) Angola Janga – Uma História de Palmares (Veneta), por Marcelo D’Salete – Grampo de Ouro
  • 6) Aqui (Cia das Letras), por Richard McGuire (tradução: Érico Assis)  – Grampo de Prata
  • 1) Blacksad – Algum Lugar em Meio às Sombras (Sesi-SP), por Juan Diáz Canales e Juanjo Guarnido (tradução: Miguel Del Castill)
  • 3) Mensur (Cia das Letras), por Rafael Coutinho – Grampo de Bronze
  • 1) Reparos (Independente), por Brão Barbosa

Grampo 2019 – 20 jurados, 15 primeiros lugares

  • 1) A Arte de Charlie Chan Hock Chye (Pipoca & Nanquim), por Sonny Liew (tradução: Maria Clara Carneiro)  – Grampo de Prata
  • 1) A Origem do Mundo – Uma História Cultural da Vagina ou A Vulva vs O Patriarcado (Companhia das Letras), por Liv Stromqüist (tradução: Kristin Lie Garrubo)
  • 1) A Revolução dos Bichos (Companhia das Letras), por Odyr
  • 5) Ayako (Veneta), por Osamu Tezuka (tradução: Marcelo Yamashita Salles e Esther Sumi) – Grampo de Ouro
  • 1) Cinco Mil Quilômetros por Segundo (Devir), por Manuele Fior (tradução: Renata Leitão)
  • 1) Dinâmica de Bruto II (Maria Nanquim), por Bruno Maron
  • 1) Eles Estão Por Aí (Todavia), por Bianca Pinheiro e Greg Stella  – Grampo de Bronze
  • 1) Imaginário Coletivo (DarkSide Books), por Wesley Rodrigues
  • 2) Me Leve Quando Sair (independente), por Jéssica Groke
  • 1) Música para Antropomorfos (Zarabatana Books), por Fabio Zimbres e Mechanics
  • 1) Partir (Coleção Des.Gráfica/MIS), por Grazi Fonseca
  • 1) Queda (independente), por Lalo
  • 1) Rapsódia para Máquina Operatriz (Coleção Des.Gráfica/MIS), por Ian Indiano
  • 1) Refugiados: A Última Fronteira (DarkSide Books), por Kate Evans (tradução: Letícia R. Carvalho)
  • 1) Um Pedaço de Madeira e Aço (Pipoca & Nanquim), por Chabouté

Grampo 2020 – 21 jurados, 14 primeiros lugares

  • 1) A Turma do Braian (Independente), por Diego Sanchez
  • 1) Aquele Verão (Mino), Mariko Tamaki (roteiro) Jillian Tamaki (arte) (tradução: Dandara Palankof)
  • 1) Dora e a Gata (independente), por Helô D’Ângelo
  • 1) Intrusos (Nemo), por Adrian Tomine (tradução: Érico Assis)  – Grampo de Bronze
  • 1) Luzes de Niterói (Veneta), por Marcello Quintanilha  – Grampo de Prata
  • 6) Minha Coisa Favorita é Monstro (Cia das Letras), por Emil Ferris (tradução de Érico Assis) – Grampo de Ouro
  • 1) O Alpinista (Escória Comix), por Victor Bello
  • 1) O Pintinho (Folha de São Paulo), por Alexandra Moraes
  • 1) Roseira, Medalha, Engenho e Outras Histórias (Pipoca & Nanquim), por Jefferson Costa
  • 1) Sheiloca (independente), por Lovelove6
  • 1) Silvestre (DarkSide Books), por Wagner Willian
  • 1) Trevas (Coleção Des.Gráfica), por Danny Chang
  • 1) Viagem em Volta de uma Ervilha (Veneta), por Sofia Nestrovski (Roteiro) e Deborah Salles (arte).
  • 2) Squeak The Mouse (Veneta), por Massimo Mattioli

Grampo 2021 – 20 jurados, 13 primeiros lugares

  • 2) #@*%!!! (Instituto Moreira Salles), por Diego Gerlach
  • 1) Além de Palomar (Veneta), por Gilbert Hernandez (tradução: Cris Siqueira)
  • 1) Beco do Rosário (Veneta), por Ana Luiza Koehler
  • 1) Berlim (Veneta), por Jason Lutes (tradução: Alexandre Boide)
  • 1) Degenerado (Nemo), por Chloé Cruchaudet (tradução: Renata Silveira)
  • 1) Gigant #2- #5 (Panini Comics), por Hiroya Oku (tradução: Caio Suzuki)
  • 1) Jeremias – Alma (Panini), por Jefferson Costa e Rafael Calça
  • 1) Laura Dean Vive Terminando Comigo (Intrínseca), por Mariko Tamaki e Rosemary Valero-O’Connell (tradução: Rayssa Galvão)
  • 2) Mau Caminho (Veneta), por Simon Hanselmann (tradução: Diego Gerlach)  – Grampo de Bronze
  • 1) Os Donos da Terra (Elefante), por Daniela Fernandes Alarcon, Glicéria Jesus da Silva e Vitor Flynn Paciornik
  • 2) Primavera em Tchernóbil (Geektopia), por Emmanuel Lapage (tradução: Fernando Paz)
  • 5) Sabrina (Veneta), por Nick Drnaso (tradução: Érico Assis) – Grampo de Ouro
  • 1) Sunny #1 (Devir), por Taiyo Matsumoto (tradução: Arnaldo Oka)

Grampo 2022 – 20 jurados, 16 primeiros lugares

  • 1) A Casa (Devir), por Paco Roca (tradução de Jana Bianchi)
  • 1) Bufa Gunfa # 01 (Bufa Produções), de Emilly Bonna e Victor Bello
  • 2) Carniça e a Blindagem Mística – Parte 2: A Tutela do Oculto  – Grampo de Bronze
  • 1) Depois que o Brasil Acabou (Veneta), por João Pinheiro
  • 4) Escuta, Formosa Márcia (Veneta), por Marcello Quintanilha  – Grampo de Ouro
  • 1) Isolamento (independente), por Helô D’Angelo
  • 1) Juquinha – O Solitário Acidente da Matéria (Draco), por Max Andrade
  • 1) Lovistori (Brasa), por S. Lobo e Alcimar Frazão
  • 1) Manual do Minotauro (Companhia das Letras), por Laerte – Grampo de Prata
  • 1) Monstrans – Experimentando Horrormônios (independente), por Lino Arruda
  • 1) Oleg (Nemo), por Frederick Peeters (tradução de Fernando Scheibe)
  • 1) Perramus (Figura), por Juan Sasturain e Alberto Breccia (tradução de Ernani Ssó e Cesar Alcázar);
  • 1) Rusty Brown (Companhia das Letras), por Chris Ware (tradução de Caetano Galindo)
  • 1) Shamisen: Canções do Mundo Flutuante (Pipoca & Nanquim), por Guilherme petreca e Tiago Minamisawa
  • 1) Stuck Rubber Baby (Conrad), por Howard Cruse (tradução de Dandara Palankof);
  • 1) Você Não Me Conhece (independente), por Guilherme de Sousa.

Publicado por mckamiquase

Maria Clara Ramos Carneiro on ResearchGate https://orcid.org/0000-0003-2332-1109

E o que você acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Vitralizado

Conteúdo aleatório justaposto em sequência deliberada

Vida Offline

Auto ficção

OutraCozinha

Comida é só uma desculpa pra falar do que nos mantém vivos

MONOTIPIA | MAG

Monotipia | revista digital

turgescência

maíra mendes galvão

MAKE MATTERS WORSE

How to improve the world

palavrasecoisas.wordpress.com/

Comunicação, Subculturas. Redes Sociais. Música Digital. Sci-fi

Blog da Itiban

alimente-se

Liberpaz's Blog

Just another WordPress.com weblog

comic books from brazil

comic books from brazil

Lugar Certo

Tudo está no lugar certo

balbúrdia

Falamos de quadrinhos na maciota

forumsocialurbano.wordpress.com/

De 22 a 26 de março de 2010

%d blogueiros gostam disto: