[Aberturas] Quando nós somos Sísifo

Pedimos a Alisson da Hora* para nos escrever sobre literatura e censura, e ele nos entregou esse belo texto.

Imagem-denúncia dos tempos obscuros que ocupava os muros à época do maio de 1968, na França.  Autoatribuída ao pintor Jacques Carelman, que conta, na revista Éprouvette (2007), como estudantes de arte cobriram os muros da faculdade com vários lambe-lambe dessa imagem, em protesto à invasão policial que sofreram dias antes.

 

Continue lendo “[Aberturas] Quando nós somos Sísifo”

[Aberturas] Felipe Portugal sobre a incoerência do MBL

felipe portugal mbl.png

Continue lendo “[Aberturas] Felipe Portugal sobre a incoerência do MBL”

[Bartheman] Da solidariedade icônica

julie doucet wordy

Julie Doucet, autora canadense da geração de Seth, Chester Brown, Adrian Tomine, tem um trabalho interessantíssimo. Não é só sobre ela que vou escrever aqui, mas gostaria de partir dessa página acima para divagar um pouco sobre quadrinhos.

Continue lendo “[Bartheman] Da solidariedade icônica”

[1, 2, 3… já!] Jochen Gerner

Oficina virtual de quadrinhos potenciais

Coluna para difundir e motivar atividades Oulipo-oubapianas, em que todos possam participar enviando suas produções a partir das proposições.

 

Não paro de falar de Jochen Gerner, mas parece que não é o suficiente. Pois então: precisamos falar sobre o Gerner.

Continue lendo “[1, 2, 3… já!] Jochen Gerner”

[Vem comigo] Im Land der Frühaufsteher

Captura de Tela 2017-08-31 às 20.49.19.png
Na capa do livro, um homem negro nos dá as costas, sentado sobre um colchão? Seu cílio longo nos dá a impressão de que ele percebe quem chega por detrás, ou nós, os voyeurs dessa cena. Com ele, diante dele, outras pessoas negras, pardas, amarelas, todos olhando para o outro lado, e não apenas o homem que toma boa parte da cena parece olhar de esguelha para esse observador fora do campo de visão. Pois Im Land der Frühaufsteher, de Paula Bulling (Avant Verlag, 2012), nos convida a observar essas pessoas, junto com o olhar de Paula, em um quadrinho-documentário poético.

Continue lendo “[Vem comigo] Im Land der Frühaufsteher”