[Vem Comigo] Robô Esmaga

Quadrinhos feitos em São José dos Pinhais, minha gente. É lá que mora Alexandre Lourenço, autor de Robô Esmaga. Ele costumava frisar isso nos fanzines e blog: “quadrinhos feitos em São José dos Pinhais”. Escrevia discretamente às margens da folha. Nunca entendi por que ele escrevia isso. Quer dizer, pra mim faz sentido alguém escreverContinuar lendo “[Vem Comigo] Robô Esmaga”

[Vem Comigo] Tastequiet

Tastequiet (em inglês mesmo. Não faça como eu, que dava um jeito de pronunciar em francês) é uma publicação com um desenho por dia, que abrange o período entre 20 de setembro de 2012 a 20 de setembro de 2013. Também tem um curto making-of, com fotos, sketches e ideias descartadas. Eu conheci o trampo doContinuar lendo “[Vem Comigo] Tastequiet”

[VEM COMIGO] Viva a Revolução!

Minha ficha Crumb demorou um pouco pra cair, mas depois que foi, eu leio tudo que sair do cara. Esse Viva a revolução! (Veneta, 2014) é uma das minhas coletâneas favoritas dele. O Rogério de Campos manda um texto contextualizador muito massa na introdução e na sequência são várias histórias de revoluções, com a presençaContinuar lendo “[VEM COMIGO] Viva a Revolução!”

[VEM COMIGO] Paracuellos

Paracuellos é um gibi biográfico de Carlos Giménez, um dos autores espanhóis mais importantes. Giménez conta em capítulos curtos as torturas e dificuldades de seus anos vivendo em uma casa de assistência social com outras crianças, com a situação política espanhola permeando o fundo do enredo. Os capítulos seguem o mesmo formato de 60 painéisContinuar lendo “[VEM COMIGO] Paracuellos”

[VEM COMIGO] Um catálogo de sonhos

Tardiamente cheguei às HQs do português José Carlos Fernandes. Comecei pelo A pior banda do mundo em edição compilada da Devir que republicava os álbuns individuais de anos atrás. Depois de ler o primeiro volume (de 2013), fiquei alucinado pelo segundo (que saiu em 2014). Vez ou outra ataco minha estante e leio uma ouContinuar lendo “[VEM COMIGO] Um catálogo de sonhos”