[Vem Comigo] Ranxerox

    Ranxerox, o androide, foi construído a partir dos pedaços de uma fotocopiadora, é viciado em cola branca e apaixonado por Lubna, sua amante de 12 anos (e de certa forma, dona), que por sua vez, é viciada em heroína. Um personagem como esse é tão errado e, ao mesmo tempo, extremamente adequado aoContinuar lendo “[Vem Comigo] Ranxerox”

Super-heróis não fazem mal para nossa cultura

Esses dias eu li o livro Super-Homem e o romantismo de aço, do Rogério de Campos, e fiquei ruminando algumas coisas. A partir da análise do personagem do título, o livro procura entender e faz uma abordagem bem crítica dos super-heróis enquanto fenômeno cultural.

[Vem Comigo] Histoire pittoresque, dramatique et caricaturale de la sainte Russie

Manja o Gustave Doré, né? Desenhista que ilustrou altos clássicos da literatura, tipo, o Dom Quixote? Sabia que ele também foi quadrinista?

[Vem Comigo] Leituras imprescindíveis

A dica do Vem Comigo de hoje é um pouco diferente. Nada de gibi, mas duas leituras que fiz recentemente que considero imprescindíveis, tanto pra quem trabalha na área quanto pra admiradores da mídia. A primeira é a entrevista que o Ramon Vitral fez com o Rogério de Campos, editor da Veneta e que lançouContinuar lendo “[Vem Comigo] Leituras imprescindíveis”