[A Consciência de Zeni] Maus

Com a ocupação militar no Rio de Janeiro, o 485, linha do ônibus que pego para sair da Ilha do Fundão (onde fica o curso de Letras [onde faço meu doutorado {o que explica, um pouco, meu sumiço deste blog}]), passa por uma barreira do exército. Não sei bem qual a finalidade dessa ação, mas … Continue lendo [A Consciência de Zeni] Maus