Tags

, , , , , , ,

4

Seguinte, o Benício é o homenageado da Bienal de Quadrinhos de Curitiba desse ano. Faz um tempinho, em especial no decorrer do último ano, que reparei que pouca gente sabe quem ele é. E não falo de gente fora do circuito, não. Já conversei com ilustradores, galera que curte cinema, galera de quadrinhos, livros, mas que nunca ouviu falar no Benício. Achei estranho, achei triste. É claro que você não é forçado a conhecer todos os ilustradores do mundo, e não é como se NINGUÉM conhecesse o cara, calma. Não é a impressão que quero passar com o texto, mas confesso que é um número menor do que eu esperava. Ele é um dos maiores ilustradores do Brasil e o reconhecimento é restrito a um nicho do nicho. Bom, ele não é o primeiro e não vai ser o último. É um problema da carreira nesse país, acho. Vide Colin.

Saca o Drew Stuzan? Mesmo que você não reconheça (também) este nome, com certeza já viu a arte dele. É um ilustrador americano maravilhoso que já trabalhou muito com cartazes de cinema, responsável por alguns icônicos, como a série original do Star Wars, Indiana Jones, De Volta Para o Futuro e Enigma do Outro Mundo. Aliás, se você curte seriados e acompanhou Stranger Things, o cartaz no Netflix, pelo artista Kyle Lambert, é totalmente influenciado (pra não dizer chupado) da estética do Struzan. Bom, o Benício é que nem ele: foda, fez cartazes pra cinema e tem grandes chances de você já ter visto um.

O Benício atua na área de ilustração desde a década de 40, fez capas pra livros, discos e anúncios publicitários. Mas é pelos cartazes de cinema (e pin-ups) que é mais lembrado. Ele fez, aliás, o cartaz do Exorcismo Negro, um dos melhores filmes do Mojica, aquele gênio lindo (e também para O Profeta da Fome, dirigido por Maurice Capovila e coroteirizado pelo Mojica), além de outros pôsteres impecáveis, com cores vivas e uma composição que os cartazes de filmes atuais parecem ter abandonado completamente. Creio eu que as cores, aliás, sejam o ponto alto da arte do Benício. Elas fazem calar a boca até quem geralmente faz cara feia pra arte realista (tipo eu).  Claro que ele tem domínio completo da anatomia, luz e sombras, etc., mas são as cores que denunciam os trabalhos fantásticos do cara.

Bom, tô aqui escrevendo, pensando em maneiras de dizer o que eu sinto quando vejo uma arte do Benício (em especial os pôsteres) e me liguei que talvez seja melhor calar a boca e só mostrar. Então, sério, veja as imagens, procure infos sobre o cara (tem um livro do Gonçalo Jr. chamado E Benício Criou a Mulher, vale muito a pena), e, se você estiver na Bienal, confira a exposição de originais que vai rolar. Aposto que ele vai te influenciar, seja você desenhista, roteirista, ou alguém que curte arte em geral.

2

6

91

Cine 11

div11

Exorcismo_Negro