[Vem Comigo] FIQ 2018: Zines do Crumbim

Paulo Crumbim, mais conhecido por seu trabalho com a Cris Eiko, Quadrinhos A2 e Graphic MSP Penadinho: Vida, já tinha experimentado solo anteriormente em Gnut. Mas na Des.Grafica de 2017, ele apareceu com um zine, impresso em casa, cheio de conceitos e boas ideias. De lá pra cá, já foram 5 deles.

A ideia do Crumbim é fazer pequenas tiragens que ele mesmo consiga dar conta de imprimir em casa e montar. Os zines (as zines?) de 2017 foram lembrados até mesmo no Grampo 2018 (especificamente, “Terreno”). Desta vez, o homem me vem com “Sem Mim” e “Um Longo e Surrado Vestido de Vidro”. Primeiro comento um, depois o outro, mas eles são vendidos juntos (se quiser comprar, VAI AQUI – não, não é link patrocinado).

“Sem mim” é uma doideira. O Crumbim pegou jornais, escolheu uma reportagem, recortou todas as palavras e fez poemas com essas palavras (patrocínio dadaísta de Tristan Tzara). Desses poemas, ele fez o quadrinho de 10 páginas. Ele cita que uma das influências seria o absurdo assassinato da vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco e de seu motorista, Anderson Gomes, crime de 14 de março ainda sem solução.

“Um Longo e Surrado Vestido de Vidro” também surge como reação a uma tragédia: dessa vez, o incêndio e consequente desabamento do prédio Wilton Paes de Almeida, no Largo do Paissandu, em São Paulo, capital. Se houve bastante espetáculo com o desabamento do prédio e a dor dos moradores da ocupação, Crumbim, espertamente, toma outro caminho: opta por partir de suas boas lembranças sobre aquela região, que parece agora estar tão carregada da tragédia.

Uma produção veloz, mas nada impensada, pra refletir sobre questões do agora (confesso inveja do Crumbim pela ideia que eu queria ter tido). O zine é usado historicamente para a crítica (no sentido de pensar criticamente, não de descer a lenha – embora, se quiser pode) e assim o autor não foge de se posicionar diante de situações do “já” e ao mesmo tempo tem uma proposta formal para encapsular essas pensatas.

Só fique esperto que as tiragens são pequenas e o Crumbim já disse que não vai reimprimir.

E o que você acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s