[Videoshow] Minhas traduções em 2019

O Érico Assis lembrou de postar os livros massa que ele traduziu e não vai poder votar nos melhores do ano. Como sou copiona, vai aqui a minha lista de traduções que VOCÊ poderá escolher como melhor do ano! TANKA, de Sergio Toppi. Editora Figura. A Figura vem se esmerado em trazer os maiores ilustradores … Continue lendo [Videoshow] Minhas traduções em 2019

[Videoshow] Querido diário

valeu Jean Jeferson por postar essa imagem em boa resolução, esses ARTISTAS não deixam disponível nem em suas redessociais Querido diário. Saudades de escrever para o Balbúrdia. Um ano complicado, cheio de golpes, um atrás do outro – e muito trabalho legal, também. Até jurada do Jabuti eu fui esse ano! Mas mesmo se não … Continue lendo [Videoshow] Querido diário

[Tradução] Manifesto da Graphic Novel (revisado), de Eddie Campbell

Tenho estudado teorias de quadrinho e durante a leitura do A Novela Gráfica, de Santiago García (Martins Fontes, 2012, tradução de Magda Lopes), logo no comecinho, é citado o "Eddie Campbell's (Revised) Graphic Novel Manifesto", do homem que desenhou entre trocentas coisas, Do Inferno, escrito por Alan Moore (Veneta, 2014, tradução de João Paulo Martins). … Continue lendo [Tradução] Manifesto da Graphic Novel (revisado), de Eddie Campbell

[Bartheman] Waldo e seus precursores

Tem um tempinho, Lielson Zeni e eu encontramos esse texto abaixo, sobre o personagem-chave de O bulevar dos sonhos partidos, tradução minha para a todavia, com preparação de texto do Lielson. Reencontrei agora, enquanto tentava arrumar as coisas para esquecer do mundo. Afinal, estamos no limiar da loucura... *** “Uma esquizofrenia habita todo artista” “Se eu … Continue lendo [Bartheman] Waldo e seus precursores

[Bartheman] Tradução e a letra traduzida

O Paulo Cecconi escreveu sobre seus trabalhos de tradução e fiquei pilhada. Afinal, foi a tradução de histórias em quadrinhos que me fez pensar mais sobre seu estilo, sua forma... foi traduzindo e pensando essa tradução que fui desenvolver pesquisa, e até escrever neste querido blog. Pois então, a minha primeira tradução publicada foram as 676 … Continue lendo [Bartheman] Tradução e a letra traduzida