Super-heróis não fazem mal para nossa cultura

Esses dias eu li o livro Super-Homem e o romantismo de aço, do Rogério de Campos, e fiquei ruminando algumas coisas. A partir da análise do personagem do título, o livro procura entender e faz uma abordagem bem crítica dos super-heróis enquanto fenômeno cultural. [...] consigo entender o amigo que coleciona gibis do Superman e … Continue lendo Super-heróis não fazem mal para nossa cultura