Super-heróis não fazem mal para nossa cultura

Esses dias eu li o livro Super-Homem e o romantismo de aço, do Rogério de Campos, e fiquei ruminando algumas coisas. A partir da análise do personagem do título, o livro procura entender e faz uma abordagem bem crítica dos super-heróis enquanto fenômeno cultural.

[Cuba Liber] Marx & Freud

Estes foram os aniversariantes do final de semana passado : Karl Marx, comemorando 200 aninhos no 5 de maio, e Sigmund Freud, com suas 162 primaveras completas no dia 6. Além da proximidade do aniversário dos dois taurinos, gostaria de chamar a atenção para os álbuns em quadrinhos produzidos por Corinne Maier e Anne Simon.

[Cuba Liber] Dave McKean e uma prática de quadrinhos

Se você faz quadrinhos, imagino que talvez goste de ler sobre os processos de criação de outras pessoas, sobre métodos e técnicas. Talvez também se interesse por algum tipo de metodologia ou filosofia ou especulação sobre significados da arte ou algo assim. Porque querer contar uma “boa história” é um objetivo que parece bastante razoável,Continuar lendo “[Cuba Liber] Dave McKean e uma prática de quadrinhos”