[Videoshow] Camisetas do Balbúrdia + zine Congestionamento

Papo rápido porque propaganda é rápida.

E direta.

E cheia de pausas.

Temos o zine do André Valente Congestionamento.

Ele custa R$ 7.

Você também pode comprar seu exemplar na Itiban em Curitiba ou na Ugra em São Paulo.

Congestionamento surgiu de uma proposta de exercício oubapiano na coluna 1, 2, 3… já!, da Maria Clara Carneiro aqui no Balbúrdia. Mais especificamente NESTA COLUNA AQUI.

Temos também camisetas do Balbúrdia:

A amarela com arte do DW (responsável pelo Balbúcio, nosso mascote), nos tamanhos M, G, GG e XG

A cinza com arte de Diego Gerlach (que fez o topo do blog), nos tamanhos M, G, GG e XG

Ambas são modelo masculino e custam R$ 60 + envio.

Poucas camisetas (2 de cada, pra ser honesto) estão disponíveis na Ugra Press em São Paulo.

As medidas das camisetas são:

M: 52 x 75 cm (largura x altura)
G: 57 x 75 cm (largura x altura)
GG: 59 x 75 cm (largura x altura)
XG: 68 x 78 cm (largura x altura)

Os pagamentos são por depósito bancário, via PagSeguro da UOL ou PayPal. Se tiver interesse, entre em contato pelo balburdeio@gmail.com.

[Balbúrdia TV] Viajando nos zines

Por motivos diversos, estaremos postando menos essa semana. Mas venha com a gente nessa viagem. Vamos falar sobre zines?

[Divulga] Ugra Fest 2017

Foi confirmado o evento Ugra Fest em São Paulo, nos dia 8 e 9 de julho.

Continue lendo “[Divulga] Ugra Fest 2017”

[Teteia Pura] Os zines da Frida e Xavier Ramos

img_20170210_082402185

Sei que tem muita gente que ainda pensa que zine é um material menor. E sei também que muita gente acha que é coisa de quadrinista das antigas, que fanzineiro é raça extinta. E sei também que muita gente ainda nem ouviu falar.  Porém, não só temos ótimos zines publicados no país (vide os trampos do Diego Gerlach – um chegou até a ganhar o Grampo deste ano), como tem uma dupla de irmãos bem jovens por aí produzindo uns que são teteia pura.

Continue lendo “[Teteia Pura] Os zines da Frida e Xavier Ramos”

[Com vocês] Bruno Dorigatti entrevista Jaguar

“Não, não sou porra louca, sou um cara que trabalha pra cacete, aos 75 anos.
Porra, eu nem tive o prazer de ser preso, eu paguei o táxi até a Vila Militar, uma nota preta.” – Jaguar

Bruno Dorigatti conseguiu um feito histórico: além de entrevistar Jaguar, fundador do Pasquim (para dizer um dos tantos fatos memoráveis que você vai ler aí), reuniu Nani e a então jovem guarda do humor fluminense (produzido por lá, nem todos oriundos da hoje cidade olímpica). O gaúcho Allan Sieber, o mineiro Leonardo e carioca Arnaldo Branco, então editores da recém finada Revista F.. A parouvela dos confrades foi acompanhada pela escritora Cecilia Giannetti.

 Direto do túnel do tempo, Balbúrdia resgata esse encontro aniversariando uma década.

Continue lendo “[Com vocês] Bruno Dorigatti entrevista Jaguar”