[Balbúrdia Café] As guerras e a ficção

“… o que eu vi, o que tinha a relatar, fazia a guerra parecer muito feia. Sabem, a verdade pode ser uma coisa realmente poderosa. Não é algo que se espera.” Kurt Vonnegut em Um homem sem pátria. Trad. de Roberto Muggiati, Record, 2006.

[Vá com o Carmo] Existe uma vanguarda dos quadrinhos ou quadrinhos de vanguarda?

A partir de um contexto histórico-político-social conturbado, despontam na Europa do início do século XX tendências artística que colocavam em xeque as convenções de representação que já vinham perdendo espaço desde o final do século anterior. As assim chamadas correntes de vanguarda punham em marcha práticas artísticas inovadoras, radicalizando com as formas de representação doContinuar lendo “[Vá com o Carmo] Existe uma vanguarda dos quadrinhos ou quadrinhos de vanguarda?”

[Vá com o Carmo] Quatro Quadrinhos para pensar o nosso tempo

“Não, a pintura não é feita para decorar as paredes. É um instrumento de guerra ofensiva e defensiva contra o inimigo”. Picasso, 24 de março de 1945.

Vitralizado

Conteúdo aleatório justaposto em sequência deliberada

Vida Offline

Auto ficção

OutraCozinha

Comida é só uma desculpa pra falar do que nos mantém vivos

MONOTIPIA | MAG

Monotipia | revista digital

turgescência

maíra mendes galvão

MAKE MATTERS WORSE

How to improve the world

palavrasecoisas.wordpress.com/

Comunicação, Subculturas. Redes Sociais. Música Digital. Sci-fi

Blog da Itiban

alimente-se

Liberpaz's Blog

Just another WordPress.com weblog

comic books from brazil

comic books from brazil

Lugar Certo

Tudo está no lugar certo

balbúrdia

Falamos de quadrinhos na maciota

forumsocialurbano.wordpress.com/

De 22 a 26 de março de 2010