[Aberturas] Censurer

divine-was-the-judi-dench-of-drag-queens-1413293308347

Hoje não vamos falar sobre gibi. Vamos tocar o assunto censura, já que as redes sociais, que se mostraram tão indignadas no começo, e a mídia, pra variar, já esqueceram do assunto.

Continue lendo “[Aberturas] Censurer”

[Tradução] A censura, estúpida, sempre

Em 2005, a revista de arte contemporânea art press convidou o escritor e jornalista Bernard Joubert para dirigir uma edição especial sobre quadrinhos. Além de convocar pessoas importantes para a empreitada, entre quadrinistas, editores, pesquisadores da arte e dos quadrinhos (Évariste Blanchet, Jean-Christophe Menu, Marie José Mondzain, Thierry Smolderen…), Joubert também assina um artigo sobre sua especialidade, a censura nas histórias em quadrinhos.

Continue lendo “[Tradução] A censura, estúpida, sempre”

[Aberturas] Quando nós somos Sísifo

Pedimos a Alisson da Hora* para nos escrever sobre literatura e censura, e ele nos entregou esse belo texto.

Imagem-denúncia dos tempos obscuros que ocupava os muros à época do maio de 1968, na França.  Autoatribuída ao pintor Jacques Carelman, que conta, na revista Éprouvette (2007), como estudantes de arte cobriram os muros da faculdade com vários lambe-lambe dessa imagem, em protesto à invasão policial que sofreram dias antes.

 

Continue lendo “[Aberturas] Quando nós somos Sísifo”

[Aberturas] Felipe Portugal sobre a incoerência do MBL

felipe portugal mbl.png

Continue lendo “[Aberturas] Felipe Portugal sobre a incoerência do MBL”

[Vem comigo] Ah, como era boa a ditadura…

Continuando nosso esforço balburdiento de falar sobre publicações de autores que estarão na Bienal de Quadrinhos de Curitiba que VIRÁ A FURO daqui a 2 semanas (entre 8 e 11 de setembro), hoje ataco essa coletânea de charges e cartuns de Luiz Gê. Continue lendo “[Vem comigo] Ah, como era boa a ditadura…”