[Com Tudo] Prêmio Jabuti para Quadrinhos

Em 2017 teve a primeira premiação para a categoria História em Quadrinhos no Jabuti, um dos mais importantes prêmios do mercado livreiro brasileiro. Falamos um pouco de como isso aconteceu, conversamos com os jurados do prêmio e comentamos os livros da lista final. Continue lendo “[Com Tudo] Prêmio Jabuti para Quadrinhos”

[Videoshow] Como foi a Mesa de Dissecação: Wagner Willian

Maria Clara Carneiro, Ramon Vitral e eu nos encontramos com Wagner Willian na Ugra Press, em São Paulo, no dia 1 de novembro, pra fazer a Mesa de Dissecação sobre o trabalho do autor. A proposta era conversar detalhadamente sobre o processo criativo do Wagner em seus principais trabalhos: Lobisomen sem barba (Balão, 2014), Bulldogma (Veneta, 2016) e um pouquinho de O maestro, o cuco e a lenda (Texugo, no prelo).

Muito agradecido ao sempre presente Carlos Neto, do Papo Zine, por ter registrado o evento e à Ugra Press por sediar a conversa.

[Se Liga] Eventos com Balbúrderes em SP

Nos próximos dias, Maria Clara e Lielson (eu), vão (vamos) estar em São Paulo pra conversar maciotamente sobre quadrinhos em três eventos:

Mesa de Dissecação: Wagner Willian

Nesse bate-papo, Maria Clara e Lielson se juntam (nos juntamos) a Ramon Vitral (do Vitralizado) para ir a fundo na obra ganhadora do Grampo de Ouro em 2017, Bulldogma, e comentar também sobre a ganhadora do PROAC-SP, O Maestro, O Cuco e A Lenda. Tudo de autoria de Wagner Willian, que também estará lá, sendo dissecando por eles (pela gente). Promessa de fortes emoções e muito sangue.

Quando: dia 1 de novembro (quarta-feira, 19h)
Onde: Ugra Press (Rua Augusta, 1371, Loja 116, São Paulo)
Quanto: entrada gratuita

Evento no Facebook
Como chegar na Ugra Press

Des.Gráfica 2017

A Des.Gráfica é dedicada às narrativas experimentais, com uma feira cheia de expositores maneiros e oficinas batutas. Além disso, vai rolar dois bate-papos com convidados internacionais: no sábado, dia 4 de novembro, a partir das 18h, a quadrinista e artista plástica belga Dominique Goblet (entrevistamos) vai ser mediada por Maria Clara; no domingo, dia 5 de novembro, também 18h, será a vez do crítico, pesquisador e escritor português Pedro Moura (entrevistado por nós), mediado pelo Lielson (por mim, no caso). Em ambos os casos, é preciso pegar senha 1 hora antes da fala começar (no caso, 17h).

Quando: 3 (sexta, a partir de 19h), 4 e 5 de novembro (sábado e domingo, 13h-20h) – dia 4, 18h: Goblet; dia 5, 18h: Moura
Onde: Museu da Imagem e do Som de São Paulo (Avenida Europa, 158, São Paulo)
Quanto: entrada gratuita

Evento no Facebook
Como chegar no MIS-SP

Miolo(s) 2017

Feira de publicações tocada pela Lote 42 desde 2014, com publicações independentes e pequenas editoras, combinado com palestras, bate-papos e shows. Lielson e Maria Clara vão (vamos) falar sobre crítica de quadrinhos em “Falando de falar sobre quadrinhos”, a partir das 17h.

Quando: 11 de novembro (sábado, 11h-23h) – fala dos balbúrderes a partir das 17h
Onde: Biblioteca Mário de Andrade (Rua da Consolação, 94, São Paulo)
Quanto: entrada gratuita

Evento no Facebook
Como chegar

Além desses eventos, vão ser duas semanas cheias em São Paulo: Feira Breve: originais de quadrinhos e ilustração (2/11, 15h-20h), Oficina na LAJE com Gabriel Góes e Diego Gerlach: Roube essas mãos (3/11, 15h), aula de modelo vivo da Laerte e do Rafael Coutinho (3/11, 19h), o esquenta pra Miolo(s) (6-10/11, 19h).

[1, 2, 3… já!] Listas!

CLBD10[1]

Oficina virtual de quadrinhos potenciais

Coluna para difundir e motivar atividades Oulipo-oubapianas, em que todos possam participar enviando suas produções a partir das proposições.

Eu disse, na última coluna, que não paro de falar em Gerner. VENHA ME CALAR! Então, outra técnica que ele usa muito – e é queridíssima pelos oulipianos – é a confecção de listas.

Continue lendo “[1, 2, 3… já!] Listas!”

[Bartheman] Minha lista grampo: obrigada por esperar

photo_2017-03-22_20-29-48

“Não fazer nada, olhar a grama crescer. Deixar-se levar pelo curso do tempo: fazer um café, tomar um copo d’água…
Fazer de sua vida um domingo.”
(R.B.)

A verdade, na verdade, é que este texto deveria ter ficado pronto em janeiro. Poderia dizer que o ano só começa na terceira semana útil depois do carnaval, mas a verdade é que “peccavi nimis cogitatione verbo, et otium: mea culpa, mea culpa, mea maxima culpa. Mas, finalmente, depois de tanto adiamento, vão aqui alguns pensamentos embaralhados, um tanto fragmentados, sobre a minha lista preparada para o Prêmio Grampo 2017. Continue lendo “[Bartheman] Minha lista grampo: obrigada por esperar”